quarta-feira, 22 de abril de 2015

Adoro Bolo de Chocolate



a doença de chagas

A loira estava doente e foi ao médico. Ele diagnosticou:
 – Você está com a doença de chagas. É grave e vou lhe prescrever um tratamento.
 – E como foi que eu peguei essa doença?
 – Foi numa picada de barbeiro.
 – Barbeiro? O sr. tem certeza?
 – Tenho. Ele é o único transmissor.
 – Aquele pilantra safado! Ele me disse que era engenheiro.

Farmacêutico de BH

Belo Horizonte, tarde da noite, cumpadi Tarugo com uma gripe danada, garganta doendo, resolve ir à farmácia do seu Juvenal.
 Sabia que a farmácia já estava fechada, mas conhecia o farmacêutico, que morava em cima da farmácia. Bastava chamá-lo.
 Tarugo toca a campainha e a mulher do farmacêutico atende na janela.
 Com sua voz rouca, ele pergunta baixinho, quase sem poder falar:
 – Dona Dodó, seu marido está?
 Reponde ela, quase sussurrrando:
 – Não… pode subir!

Ela tá grávida

Num ônibus superlotado, uma mulher volta-se para um passageiro inconveniente:
 – O senhor quer fazer o favor de desencostar essa coisa volumosa que está a me incomodar?!
 – Calma, minha senhora. Não é o que esta a pensar. Este volume é o dinheiro do vencimento que recebi hoje. Enrolei num pacote e pus no bolso esquerdo das calças.
 – Ah! Então o senhor deve ser um funcionário exemplar!
 – Por que?
 – É que desde o embarque até aqui, o senhor já teve três aumentos salariais…
***
 O chefe de departamento de pessoal da empresa justificando para o jovem solteiro porque não vai contratá-lo.
 – Desculpe, mas nossa empresa só trabalha com homens casados.
 – Por quê? Por acaso são mais inteligentes e competentes que os solteiros?
 – Não, mas estão mais acostumados a obedecer.
***
 Com menos de um mês de casada, a filha única chega à casa da mãe, toda roxa:
 – Oh! Mamãe, o Zecão me bateu!
 – O Zecão? Mas eu pensei que ele estivesse viajando!
 – Eu também, mamãe! Eu também!
***
 Durante o jantar, a patricinha anuncia para toda a família.
 – Mamãe… papai… estou grávida!
 – Como?! – pergunta o pai, embasbacado.
 – Estou grávida!
 – E quem é o pai? – pergunta a mãe, atônita.
 – Eu sei lá! Vocês nunca me deixaram namorar firme!
***
 No velório, o viúvo recebe o abraço dos amigos:
 – Meus pêsames. Ela vinha sofrendo há muito tempo?
 – Sim. Desde que nos casamos.
***
 A moça entra na delegacia e anuncia:
 – Acabo de ser violentada por um débil mental.
 – Como tem certeza que era mesmo um débil mental? – pergunta o delegado.
 – Certeza absoluta. Tive que explicar tudo para ele.
***
 A velhinha entra no quartel e vai direto para o escritório dos oficiais:
 – Capitão, eu vim visitar o meu neto, Sérgio Ricardo. Ele serve no seu regimento, não é?
 – Serve, sim, mas hoje pediu licença para ir ao enterro da senhora.

Cumpadis

Cumpadi Tarugo foi pescar com um amigo.
 Quando se encontram, o amigo pergunta:
 – Então cumpadi, por que está levando esses dois embornais?
 – Ah, é que estou levando uma bebidinha para nós, responde o cumpadi.
 – Mas nós não combinamos que não íamos beber?
 – Foi. Mas é só uma precaução. Dá que a gente seja picado por uma cobra… vamos precisar de alcóol para a gente se reanimar, argumenta o cumpadi.
 – Tá certo então. E o que tem no outro embornal?
 – A cobra, uai! Dá que lá não tem…

Marido rico, mulher pobre

Um rico fazendeiro casou-se com uma mulher muito pobre. Deu-lhe casa, carro e emprego para os familiares da esposa. Todos ficaram felizes e muito bem de vida.
 Um certo dia, a mulher procurou seus familiares e disse:
 – Não aguento mais meu marido, vou me separar dele!
 O pai imediatamente indagou:
 – Mas minha filha! Ele é um bom homem, te ama, te respeita, não anda com outras mulheres, você mesmo disse que ele é um homem perfeito… Por que isto logo agora?
 E a filha respondeu:
 – É que não aguento mais. Meu marido só quer fazer sexo anal. Não posso me abaixar para pegar nada que lá vem ele e créu. Quando me casei, minha “rosquinha” parecia uma moeda de um centavo, agora parece uma moeda de um Real.
 O pai concluiu:
 – Ora, minha filha, pelo amor de Deus… Não me diga que você vai arrumar essa encrenca toda por causa de noventa e nove centavos, né?

Golf

Moisés, Jesus e um velhinho jogavam golfe.
 Moisés colocou a bola no pino e deu a primeira tacada; a bola caiu num lago.
 Moisés chegou à beira do lago e, levantando o taco, as águas se abriram. Ele entrou, deu a segunda tacada e a bola foi diretamente para o buraco.
 Na vez de Jesus jogar, a bola também foi parar no lago, mas caiu sobre a folha de uma vitória-régia. Então, Jesus caminhou sobre as águas, foi até a planta e deu a segunda tacada, mandando a bola para o buraco.
 Aí, foi a vez do velhinho.
 Ele, todo trêmulo, preparou-se para dar a tacada inicial. A bola voou para fora do clube e começou a cair na direção de um riacho. Nesse instante, um sapo a engoliu. Pouco depois, uma cobra engoliu o sapo e foi agarrada por um gavião; a ave apertou demais a cobra que regurgitou o sapo ao sobrevoar o campo de golfe; ao cair, o sapo bateu com o peito no chão e cuspiu a bola diretamente para o buraco.
 Ao acompanhar toda aquela cena, Moisés olha para Jesus e diz:
 – Cara, é muito chato jogar golfe com o seu Pai!

Quer ser Milionário ?

O sujeito se dirige ao atendente da lotérica:
 – Eu queria comprar um bilhete mas não sei que nº escolher. Você poderia me ajudar?
 – Claro! Vamos lá. Por quantos anos você estudou?
 – Oito.
 – Ótimo, já temos um 8. Quantos livros você já leu?
 – Nove.
 – Quantos filhos você tem?
 – Três.
 – Já temos 893. Quantas vezes por mês você faz sexo com sua esposa?
 – Caramba! Isso é muito pessoal.
 – Mas você quer ou não ganhar na loteria?
 – Quero. Está bem, duas vezes.
 – Só isso? Bem deixa prá lá. E quantas vezes você já deu a bunda?
 – Peraí! Qual é a sua? Eu sou espada, macho alfa.
 – Ok. Então vamos considerar zero. Pronto, já temos o nº 89320.
 O sujeito compra o bilhete, e quando vai conferir o resultado deu o nº 89321.
 Puto da vida ele explode:
 – Que merda! Só não fiquei milionário por causa de uma mentirinha de nada…

terça-feira, 21 de abril de 2015

Lá em Maceió é assim !

Rádio da polícia de Maceió:

Sargento, chegamos ao local do crime.
 – Passe o relatório…
 Soldado:
 – Uma mulher matou o marido. Foram 35 facadas, dois tiros, depois de asfixiar e decapitá-lo, ela botou fogo no corpo.
 Sargento:
 – Nossa, qual foi o motivo do crime?
 Soldado:
 – Ele pisou no chão onde ela estava passando pano.
 Sargento:
 – E conseguiram capturar a mulher?
 Soldado:
 – Não sargento, estamos esperando o piso secar…

No Confessionário

O velhinho foi se confessar:
 – Padre, tenho 75 anos, 3 filhos, 6 netos… e ontem saí com duas garotas de 20. Duas, padre.
 – Oh, meu filho! Quando foi a última vez que você se confessou?
 – Nunca, padre.
 – Mas então por que está me contando isso?
 – Ah, padre, é que uma coisa dessas eu preciso contar prá todo mundo

Olha o Trenzinho !!!


Cutura Geral, também importa !

ESTUDO SOBRE O PAPEL HIGIÊNICO NEVE

Ontem, ao fazer compras no supermercado, fiquei espantado com a variedade da linha de papéis higiênicos Neve, aquele mesmo, que era anunciado antigamente pelo mordomo Alfredo.
 Segundo seu fabricante, Neve é um produto sofisticado, destinado as classes A e B.

Só se for A de aviadado e B de bicha, pela quantidade de frescuras, como o Neve Ultra, que já vem com alguns opcionais como alto relevo de flores e uma microtextura,que segundo o texto da embalagem, proporciona a seus felizes usuários “a suavidade de uma pétala de rosa”!

Perguntar não ofende: Alguém já limpou a bunda com uma pétala de rosa?
 Depois, tem o Ultra Soft Color (mais caro e mais metido a besta): Laranja e com extrato de pêssego! Como se o cu enxergasse cor e sentisse cheiro…

Mas, demais mesmo, é o Neve Ultra Protection, o top de linha!
 Este Rolls Royce dos papéis higiênicos, além de conter óleo de amêndoas (garante maciez superior e um cuidado maior com a sua pele) em sua delicada fórmula, vem com Vitamina E (?), ou seja, você caga e ainda sai com o cu vitaminado!

Bacana, né?

Difenrenças Sexuais

Um professor de biologia, muito conhecido, estava explicando para um grupinho de crianças as diferenças anatômicas entre os dois sexos. Dizia ele:
 – O homem tem um pênis e a mulher…
 – Peraí, professor, tem coisa errada aí… interrompeu um menininho. Meu pai, por exemplo, tem dois pênis.
 – Como é que é?
 – É sim. Ele tem um pênis pequenininho que ele usa para fazer xixi, e um outro grande que ele usa para escovar os dentes da mamãe…

Transando 20 anos

Um casal estava casado há 20 anos e todas as vezes que faziam sexo o marido sempre insistia em manter as luzes apagadas.
 Bem, depois de 20 anos, a esposa sentiu que aquilo era idiota.
 Ela pensou que poderia quebrar esse hábito louco do marido.
 Então uma noite, enquanto eles estavam no meio da transa, ela acendeu as luzes!
 Ela olhou para baixo e viu que seu marido tinha um consolo de borracha preso a cintura.
 Ela fica completamente enlouquecida:
 – Seu filho-da-puta impotente! Como você teve coragem de mentir para mim todos esses anos?
 É melhor você se explicar!
 O marido a olha nos olhos e calmamente diz:
 – Eu explico o consolo se você me explicar as crianças!

Lago Ness


Conselhos da Sexóloga

A COMPETENTE DOUTORA LÚCIA – SEXÓLOGA
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Meu nome é Júlia. É verdade que a gente pode engravidar em um banheiro público?
 Drª.Lúcia: – Sim! Acho melhor você parar de trepar lá!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é a Geisy e eu queria saber porque a fantasia dos homens é transar com nossa melhor amiga?
 Drª.Lúcia: – Nada disso! A fantasia deles é comer sua irmã mais nova, ou a mais velha, ou a do meio, ou a sua prima. A melhor amiga também, ou qualquer outra amiga…
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Eu sou a Vera e queria saber porque os homens vão embora logo depois de transar com a gente no primeiro encontro?
 Drª.Lúcia: – Porque o encontro acabou. Caso contrário, seria casamento!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Me chamo Luciane e eu tenho um amigo que quer fazer sexo comigo, mas ele tem um pênis de 20cm. Acho que vai ser doloroso, o que faço?
 Drª.Lúcia: – Manda ele pra cá que eu testo pra você!!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Eu sou a Rosa e eu queria um conselho! Como faço para seduzir o rapaz que eu amo?
 Drª.Lúcia: – Tire a roupa! Se ele não te agarrar, caia fora que é gay!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Terminei com meu ex porque ele é muito galinha e agora estou com outro. Mas ainda gosto do ex e as vezes ainda fico com ele! O que devo fazer?
 Drª.Lúcia: – Quem é mesmo a galinha nesta história?
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é a Rose e eu queria saber porque os homens se masturbam mesmo quando são casados?
 Drª.Lúcia: – Minha amiga… Treino é treino, jogo é jogo!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Quero saber se a primeira vez dói. Tenho 21 anos e ainda não transei porque tenho medo de doer e não aguentar…
 Drª.Lúcia: – Dói tanto que você vai ficar em coma e nunca mais vai levantar!… Deixa de ser fresca e dê de uma vez…ô Cinderela!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é a Bruna! Eu queria saber se posso tomar anticoncepcional com diarréia…
 Drª.Lúcia: – Olha…eu tomo com água, mas a opção é sua!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Me chamo Jefferson e eu gostaria de saber como faço pra minha esposa gritar por uma hora depois do sexo!!!
 Drª.Lúcia: – Limpe o pau na cortina!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Sou virgem e rolou pela primeira vez um lance de fazer sexo oral. Terminei engolindo o negócio e quero saber se corro o risco de ficar grávida. Estou desesperada!
 Drª.Lúcia: – Claro que corre o risco de ficar grávida! E a criança vai sair pelo seu ouvido!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Meu nome é Suzi e eu gostaria de saber qual a diferença entre uma mulher com TPM e um pitbull?
 Drª.Lúcia: – O batom, minha filha!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é o Sílvio e eu gostaria de saber porque esses furacões recebem o nome de mulheres?
 Drª.Lúcia: – Porque quando eles chegam são selvagens e molhados e, quando se vão, levam sua casa e seu carro junto com eles!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dr.a Lúcia! Aqui é o Fred! Me tire uma dúvida… O que são aquelas saliências ao redor dos mamilos das mulheres?
 Drª.Lúcia: – É Braile e significa “chupe aqui”…
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Quero saber como enlouquecer meu namorado, só nas preliminares.
 Drª.Lúcia: – Diga no ouvidinho dele… “Minha menstruação está atrasada”!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Sou feia e pobre. O que devo fazer para alguém gostar de mim?
 Drª.Lúcia: – Ficar bonita e rica!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é a Jaque! É o seguinte…o cara com quem estou saindo é muito legal, mas está dando sinais de ser alcoólatra. O que eu faço?
 Drª.Lúcia: – Não deixe ele dirigir!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é o Gabriel, me diga, porque não se pode confiar nas mulheres?
 Drª.Lúcia: – Como alguém pode confiar em algo que sangra por cinco dias e não morre?
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é a Léia, me diga, porque as mulheres esfregam os olhos de manhã, quando acordam?
 Drª.Lúcia: – Porque elas não tem um saco para coçar!
***
 Ouvinte: – Bom dia Dra. Lúcia! Porque os homens adoram transar por trás?
 Drª.Lúcia: – Para poder continuar assistindo tv e tomar cerveja sem que vocês vejam…

O Turco

Um turco, de sangue raríssimo, doou meio litro do seu sangue a um milionário muito doente.
 Para retribuir o gesto, o milionário deu-lhe uma BMW “0 km.”
 Dias depois, o milionário precisou de mais sangue. Avisou ao turco, que super-depressa foi ao hospital. Seria preciso mais 1 litro.
 O turco falou:
 – Se quiser, tire logo 3 litros. Assim foi feito.
 No dia seguinte o turco recebe uma caixa do milionário contendo 3 esfihas.
 Ficou indignado! Foi cobrar do milionário uma explicação.
 – Ora, da primeira vez, doei meio litro e ganhei uma BMW. Na segunda vez, 3 litros e só ganhei 3 esfihas. Por quê?
 O milionário explicou:
 – Você esqueceu que agora tenho sangue de turco? Buda gue Bariu!

Urologista

O português no urologista, fazendo exame de próstata:
 – Dr. essa mão no meu ombro direito é a sua mão direita?
 – É.
 – E essa mão no meu ombro esquerdo é a sua mão esquerda?
 – É.
 – Mas então… como é que o sr. está me examinando?

Esposa Indignada

José, caminhoneiro, passou muito tempo viajando e chegou em casa de madrugada.
 Como estava com saudade, correu pro quarto, agarrou a esposa e fez amor com ela três vezes.
 Quando acabou foi para cozinha beber água.
 Chegando lá viu a esposa tomando café.
 Intrigado perguntou:
 – Amor, você não estava no quarto nesse momento?
 – Não, aquela é mamãe que veio me fazer companhia enquanto você viajava.
 – Amor! Pelo amor de Deus! Você nem imagina o que aconteceu… Cheguei morrendo de saudade sua, corri para o quarto, estava escuro, pensando que fosse você, transei 3 vezes com a sua mãe.
 A esposa, indignada, foi correndo falar com a mãe.
 – Mãe! É verdade que o José transou 3 vezes com você, pensando que fosse eu?
 – Foi.
 – E a senhora não disse nada?
 – Você sabe muito bem que eu não falo com esse vagabundo!

E lá no banco...

- Alô? Quem tá falando?
 – Aqui é o ladrão.
 – Desculpe, a telefonista deve ter se enganado, eu não queria falar com o dono do banco. Tem algum funcionário aí?
 – Não, os funcionário tá tudo refém.
 – Há, eu entendo. Afinal, eles trabalham quatorze horas por dia, ganham um salário ridículo, vivem levando esporro, mas não pedem demissão porque não encontram outro emprego, né? Vida difícil… Mas será que eu não poderia dar uma palavrinha com um deles?
 – Impossível. Eles tá tudo amordaçado.
 – Foi o que pensei. Gestão moderna, né? Se fizerem qualquer crítica, vão pro olho da rua. Não haverá, então, algum chefe por aí?
 – Claro que não mermão. Quanta inguinorânça! O chefe tá na cadeia, que é o lugar mais seguro pra se comandar assalto!
 – Bom… Sabe o que é? Eu tenho uma conta…
 – Tamo levando tudo, ô bacana. O saldo da tua conta é zero!
 – Não, isso eu já sabia. Eu sou professor! O que eu queria mesmo era uma informação sobre juro.
 – Companheiro, eu sou um ladrão pé-de-chinelo. Meu negócio é pequeno. Assalto a banco, vez ou outra um sequestro.. Pra saber de juro é melhor tu ligá pra Brasília.
 – Sei, sei. O senhor tá na informalidade, né? Também, com o preço que tão cobrando por um voto hoje em dia… Mas , será que não podia fazer um favor pra mim? É que eu atrasei o pagamento do cartão e queria saber quanto vou pagar de taxa.
 – Tu tá pensando que eu tô brincando? Isso é um assalto!
 – Longe de mim pensar que o senhor está de brincadeira! Que é um assalto eu sei perfeitamente; ninguém no mundo cobra os juros que cobram no Brasil. Mas queria saber o número preciso: seis por cento, sete por cento?
 – Eu acho que tu não tá entendendo, ô mané. Sou assaltante. Trabalho na base da intimidação e da chantagem, saca?
 -Ah, já tava esperando. Você vai querer vender um seguro de vida ou um título de capitalização, né?
 – Não… Já falei… Eu sou… Peraí bacana… Hoje eu tô bonzinho e vou quebrar o teu galho.
 (…um minuto depois)
 – Alô? O sujeito aqui tá dizendo que é oito por cento ao mês.
 – Puxa, que incrível!
 – Incrive por quê? Tu achava que era menos?
 – Não, achava que era mais ou menos isso mesmo. Tô impressionado é que, pela primeira vez na vida, eu consegui obter uma informação de uma empresa prestadora de serviço pelo telefone em menos de meia hora e sem ouvir ‘Pour Elise’.
 – Quer saber? Fui com a tua cara. Acabei de dar umas bordoadas no
 gerente e ele falou que vai te dar um desconto. Só vai te cobrar quatro por cento, tá ligado?
 – Não acredito! E eu não vou ter que comprar nenhum produto do banco?
 – Nadica de nada, já tá tudo acertado!
 – Muito obrigado, meu senhor. Nunca fui tratado dessa…
 (de repente, ouvem-se tiros e gritos)
 – Ih, sujou! Puliça!
 – Polícia? Que polícia? Alô? Alô?
 (sinal de ocupado…)
 – Droga! Maldito Estado: Quando o negócio começa a funcionar, entra o Governo e estraga tudo!

muito sexo...

O médico, depois de ver a história clínica do paciente, pergunta:
 – Fuma?
 – Pouco.
 – Tem que parar de fumar.
 – Bebe?
 – Pouco.
 – Tem que parar de beber.
 – Faz sexo?
 – Pouco.
 – Tem que fazer muito, mas muito sexo. Isto irá ajudá-lo!
 O sujeito vai para casa, conta tudo a mulher e, imediatamente, vai pro banho.
 A mulher se enche de graça e esperança, se enfeita, se perfuma, põe roupa especial e fica na espera.
 O sujeito sai do banho, começa a se arrumar, se vestir, se perfumar e a mulher, surpresa, pergunta:
 – Aonde é que você pensa que vai?
 – Não ouviu e entendeu o que o médico me disse?
 – Sim, mas, aqui estou eu prontinha…
 O sujeito:
 – AH! NEIDE, NEIDE, NEIDE… LÁ VEM VOCÊ COM SUA MANIA DE REMÉDIO CASEIRO!

terça-feira, 7 de abril de 2015

Adoro a Humanidade X

video

Como Lavar a Passarinha

video

DIRETO DE PORTUGAL ,

    
 
Diz a mãe à filha:
'Minha filha... as vizinhas andam a dizer que andas a deitar-te com o teu noivo!'
'Ai, mamã, esta gente é muito maldizente... A gente deita-se com um qualquer e dizem logo que é noivo...'

---------------------------------------------------

' Maria, o teu marido vai atirar-se da janela.' 'Diz ao tarado que eu só lhe puz os chifres e não as asas'
---------------------------------------------------

'Carmen, estás doente?... Pergunto-te isto porque hoje de manhã vi um médico sair da tua casa...'
'Olha, minha amiga, ontem de manhã vi um militar sair da tua casa e não é por isso que estás em guerra, pois não?' ---------------------------------------------------
- Diga-me uma coisa: Qual é o motivo por que quer
  divorciar-se do seu marido?
- O meu marido trata-me como se eu fosse um cão. - Maltrata-a, bate-lhe?
- Não, quer que eu lhe seja fiel...

---------------------------------------------------
A meio de um assalto um ladrão grita para o outro:
- Vem aí a policia!
- E agora o que fazemos? - Saltamos pela janela!
- Mas estamos no 13º andar! - Este não é o momento para supertições!

---------------------------------------------------
Numa festa um empregado aproxima-se e oferece mais whisky a uma rapariga:
- Menina, aceita outro copo?
- Não, muito obrigada, faz-me mal às pernas.
- Adormecem?
- Não. Abrem-se! 

---------------------------------------------------
Uma jovem rebelde e muito liberal entra num bar, completamente nua. Pára em frente do barman e diz:
- Dê-me uma cerveja bem gelada!
O barman fica a olhar para ela sem se mexer. - O que é que se passa? -diz ela- Nunca viu uma mulher nua???
- Muitas vezes! - E então, está a olhar para onde???
- Quero ver de onde é que vai tirar o dinheiro para pagar a cerveja!
--------------------------------------------------- 
Um passageiro toca no ombro de um taxista para lhe fazer uma pergunta.
O taxista grita, perde o controlo do carro, quase choca com um caminhão, sobe o passeio e entra por uma porta adentro partindo o vidro em pedaços. Por um momento não se ouve nada dentro do táxi até que finalmente o taxista diz:
- 'Olhe amigo, não volte a fazer isso nunca mais! Quase que me matou com o susto!' O passageiro pede desculpa e diz:
- 'Nunca pensei que fosse assustar-se tanto só porque lhe toquei no ombro'
Responde o taxista:
- 'O que se passa é que hoje é o meu primeiro dia de trabalho como taxista' - E o que é que fazia antes? - Fui condutor de um carro funerário durante 25 anos'
---------------------------------------------------

AVISO: É proibido ficares com as anedotas só para ti, os outros também querem rir.
Se tu não te riste já é tempo de visitares um psicólogo

Daltónico o "-ralho" !

 
Noite alta, no Aeroporto de Lisboa, um senhor bem vestido, acabado de chegar de viagem, apanha um táxi, e pede ao taxista para o levar para a morada da sua casa.
No caminho, vê uma senhora, também com muito bom aspecto, com um vestido vermelho, a entrar numa discoteca. De repente reconhece que se trata da sua própria mulher!
O senhor fica desvairado e pede ao taxista que volte até à porta da discoteca. Chegado lá, tira do bolso um maço de notas e diz para o taxista:
- Aqui estão mil euros. São seus se você tirar de dentro desta discoteca uma mulher vestida de vermelho que acaba de entrar.
Mas, enquanto a arrasta cá para fora, vá-lhe dando uma valente carga de porrada, sem problemas, porque essa desgraçada é a minha esposa!
O taxista, que vivia com grandes dificuldades financeiras, aceita sem pensar duas vezes e entra pela discoteca dentro.
Cinco minutos depois o taxista surge a sair pela porta da discoteca, arrastando pelos cabelos uma mulher, com o rosto a sangrar, toda rasgada e desgrenhada, e a gritar todas as asneiras que se possa imaginar.
O senhor bem vestido, que tinha ficado no táxi vê a cena e percebe,
horrorizado, que a mulher está vestida de verde ! Sai do taxi a correr grita para alertar o taxista do terrível erro.
- Pare! Pare! O senhor enganou-se. Não é essa senhora! Como é que você confundiu vermelho com verde ? O senhor é daltónico?
Ao que o taxista responde:
- Daltónico o "-aralho"! Esta de verde é a minha... Já volto lá dentro para trazer a sua!