quinta-feira, 7 de agosto de 2014

O Sininho

Doze candidatos ao sacerdócio estavam para ser ordenados.
 Na prova final deveriam formar uma fila, totalmente despidos, enquanto uma linda bailarina, boazuda e exótica, totalmente nua, realizaria na frente de cada um deles, uma excitante dança oriental.
 No “pirilau” de cada candidato, foi amarrado um sininho e foi alertado que, quem fizesse o sino soar, não seria ordenado padre e estaria reprovado.
 Esse fato demonstraria que ainda não tinha alcançado o estado de pureza espiritual que a função requer.
 A bela dançarina inicia a sua excitante dança na frente do primeiro candidato.
 Ele suportou galhardamente e não teve nenhum tipo de reação.
 A mesma coisa aconteceu com o segundo, o terceiro, o quarto…
 O Bispo estava maravilhado.
 Quando a dançarina chegou ao último candidato, o sininho começou a badalar que nem um alucinado, a ponto de se soltar do “pirilau” e cair no chão.
 O candidato a padre, totalmente envergonhado inclinou-se para pegar o sininho e…
 Todos os outros sininhos começaram a tocar!

Nenhum comentário: