quarta-feira, 16 de julho de 2014

Eu sou Homem

Ser homem não é apenas pertencer a um gênero, possuir um par de bolas, cuspir no chão e arrumar briga na rua. Ser homem é mais do que não perguntar o caminho quando está perdido, desejar uma mulher com todas as suas forças quando ela aparece com um vestidinho curto, mesmo que “ela” seja uma total desconhecida. Ser homem é um estilo de vida, estilo este que não optamos ou escolhemos, apenas somos.


Homem não fica tentando entender o inexplicável, ele não quer saber porque ele é impaciente no trânsito, impulsivo, tarado, ao contrário das mulheres, nós vivemos de bem com a vida, sem aquela ânsia de julgar tudo importante, urgente. Um pedaço de pizza cai no chão, nós pegamos e comemos, sem stress. Seu amigo deu mancada com você, basta xingá-lo e 15 minutos depois vocês estão no bar falando de mulheres, não existe aquela carga emocional e todo aquele drama que as mulheres fariam na mesma situação.


Se você parar pra pensar, o homem é um ser um tanto quanto arcaico, ele não entende aquelas  dicas que a mulher dá quando está brava com ele, pelo simples fato de que se ele tem algum problema ele vai e fala, porque ele simplesmente não entende esses joguinhos e frescurinhas que as mulheres fazem, e neste ponto precisamos reconhecer que as mulheres também são assim por natureza, e é exatamente aí que reside o grande lance da coisa, somos o extremo oposto das mulheres e é por isso que a vida tem graça, principalmente pra nós, é claro.


Às vezes tenho a impressão de que Deus quando criou os homens e as mulheres, ele foi um tanto quanto injusto, a parte boa ficou toda com os homens. Enquanto nós somos atraídos por elas, justamente por que elas são lindas, se cuidam, estão sempre cheirosas, e não se esqueçam, mulheres têm aquela necessidade natural de se sentir útil, de cuidar da gente. Enquanto elas gostam de nós, mesmo desleixados, sujos, falando palavrão, tendo a mente pervertida, e sendo infantis, sim, claro que somos infantis, e qual é o problema disso? Foda-se!


O homem é limitado, passa mais da metade do dia dele pensando em sexo, mulheres, futebol, mais sexo, mais mulheres, mais futebol… Mas é exatamente essa forma simples de pensar e agir que faz com que a nossa vida seja mais tranquila do que a das mulheres, enquanto elas se preocupam com o seu próximo corte de cabelo, menstruação atrasada, suas dúvidas sobre si mesma, todos os problemas do mundo, nossa principal preocupação é saber se aquele atacante bom do nosso time joga no domingo.


Enfim, ser homem não é apenas pertencer a um gênero…

Nenhum comentário: