terça-feira, 27 de agosto de 2013

Posto de Saúde

Cenário : qualquer posto de saúde no interior do Maranhão.
O paciente entra.

- Buenos dias, señor ! - diz o médico
- Bão dia ! - responde o desconfiado paciente
- Habla, hombre!
- Hãã..? Abrir o que ?
- Que és que usted siente ?
- É para eu sentar ?
- No. Que pasa ?
- Tô passeando não, dotô !
- Bueno, que tiene ?
- Tem uns 11 real e umas moeda...
- Ha ! Entendi. Te duele la muela. Pero hay que ir al dentista en este caso.
- Ir para casa ? Mas e a minha dor nos bucho...
- Butcho ?
- Sim, bucho. É que eu comi uma tapioca reimosa e me deu um empachamento danado. Doeu até as bolota dos zóio.
- Tapioka ? Empatchamiento ? Bolitas dos zoio ? Pero no te entiendo.
- Sim, mas minha cuca ficou pinicando, deu até um farnizim no juízu...
- Hã...usted quiere en pinico. Pero acá tenemos el baño.
- Não quero tomar banho. Tomei onti de nuoiti...
- Bueno...sientes dolores ?
- Bom, na verdade tenho dado umas com a Dolores. Mas o marido num podi sabê...
- Caramba ! Me pongo mi saco y me voy.
- Vai coçar o saco ?
- ???
- Faz favô, dotô, me manda um médico brasileiro!!!!!

Nenhum comentário: