sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Mafioso

Um velho mafioso está no seu leito de morte, e chama seu neto para lhe dizer as últimas palavras.

O neto é trazido até ele, e o velho diz-lhe, com voz rouca:

- Bambino… Quero que fiques com a minha pistola, para sempre te recordares de mim…

- Não, meu avô… Eu não gosto de armas… Prefiro então que me dê o teu relógio suíço, e andarei sempre com ele e lembrarei pra sempre do senhor…

O avô o puxa bem perto e fala em tom convincente:

- Ouça, rapaz… Um dia você vai ser alguém importante… Vai ter a própria família, da qual será o chefe… Terá uma bela mulher, dois ou três filhos amorosos e uma amante fogosa… Todo mundo te respeitará e irão te procurar para que os ajudes… Mas um dia… Um dia vai chegar em casa mais cedo, e vai encontrar a tua mulher na cama com outro… E nessa altura… Vai fazer o quê? Vai apontar o relógio pro FDP e dizer “Olha, o seu tempo acabou”?

Nenhum comentário: