terça-feira, 10 de maio de 2011

Bar doce Bar?

Precisa de desculpas para ir em um bar? Se precisar, vê se acha uma na lista abaixo:
Se você não beber aquela cerveja, alguém mais o fará. E você não quer ser responsável por embriagar outro ser humano;
A indústria cervejeira emprega 1.7 milhões de pessoas e elas dependem do lucro da venda de cerveja para continuarem vivendo;
Esta pode ser a única noite em que sua alma gêmea irá entrar naquele bar;
Sem o seu brilhantismo e charme a vida dos garçons seria muito entediante;
O garçom depende da gorjeta para alimentar os filhos. Faça sua parte, ajude uma criança a comer bem;
O bar comprou cadeiras novas e você está empenhado em amaciá-las para os outros fregueses;
Pode apostar que em algum lugar do mundo, hoje é dia de comemorar alguma coisa;
Este universo é infinito e vastíssimo. Você é tão insignificante e pequeno que não vale a pena estar sóbrio;
Se você não beber, amanhã você acordará animado, cheio de energia e todo elétrico procurando o que fazer. Cara, você NÃO é um esquilo, então porque se comportar como um?;
Seus amigos não podem se divertir se você não for;
Seus amigos podem se divertir mais se você não for – e isso é injusto;
Você tem consciência social e quer ajudar o mendigo que cata latinhas vazias a poder melhorar de vida oferecendo a cota diária dele em apenas duas horas;
Alguém pode aparecer no bar te procurando. É melhor você estar lá;
Você está sob muito stress ultimamente e se não beber acabará cometendo algum ato impensável que somente sóbrios fariam;
Se você beber, um de seus amigos terá que ficar sóbrio para dirigir e assim você evita que ele se entregue ao péssimo hábito da bebida;
Você precisa ver se aquela garçonete nova é capaz de servir você tão rápido quanto a antiga;
Não tem nada interessante passando na tv (a não ser que sexo seja uma opção);
Se você não for ao bar acabará fazendo alguma tarefa em casa e não terá o que fazer amanhã de noite;
Você está sozinho em casa e ninguém irá aparecer ali com a cerveja;
Em uma experiência estatística você precisa descobrir quais são as probabilidades de acordar novamente nu naquele quarto de hotel do outro lado da cidade;
Você teve um sonho no qual uma garrafa de cerveja te mostrava o sentido da vida. Vá verificar se é verdade;
Quando você for escrever sua biografia você terá coisas interessantes para contar. Se você puder lembrar delas;
Al-Qaeda proíbe o consumo de bebida. E desde quando você vai ficar levando ordens da Al-Qaeda?;
Use o existencialismo: A vida é uma tempestade de merda e a bebida é o único guarda-chuva que não é furado;
Você não tem nada melhor pra fazer hoje (a não ser que sexo seja uma opção);
Você pode conhecer alguma pessoa no bar que faça com que sexo seja uma opção;
Você precisa usar mais o seu plano de saúde – afinal, você está pagando não é?;
Sempre quis saber como é a sensação de tomar glicose na veia de madrugada num posto de saúde;
Quando seus colegas perguntarem na segunda-feira o que você fez no fim de semana, você precisa ter algo para contar que comece com a frase “Caaaara… nem te conto, foi sinistro!”;
Lembra daquele seu sonho de infância de encontrar uma herdeira de uma cervejaria milionária e passar o resto da vida passeando pelo mundo e curtindo a vida? Você acha que isso vai acontecer sentado dentro de casa assistindo novela na sala?

Nenhum comentário: