terça-feira, 28 de dezembro de 2010

NEGÓCIOS ENTRE JUDEU E ÁRABE..

""O árabe vai à loja do judeu para comprar sutiãs pretos. O judeu, pressentindo bons negócios, diz que são raros e poucos e vende por 40 euros cada um.
O árabe compra 6, e volta alguns dias depois querendo mais duas dúzias. O judeu diz que as peças vão ficando cada vez mais raras e vende por 50 euros a unidade.
Um mês mais tarde, o árabe compra o que resta por 75 euros cada.
O judeu, encucado, lhe pergunta o que faz com tantos sutiãs pretos.
Diz o árabe:
Corto o sutiã em dois, faço dois chapeuzinhos e vendo para os judeus por 100 euros cada.""

O NOME DO BEBÊ


Diz o obstetra:
- Falta um mês para a senhora dar à luz. Vocês já escolheram o nome que darão ao bebê?
- Não, doutor, só depois das eleições escolheremos o nome da nossa filha.
- Mas, por que?
- Doutor, vai depender muito do partido que ganhar.
- Como sua filha vai se chamar então?
- Se der Serra, será Vitória. Se ganhar a Dilma, nós a chamaremos de Socorro!

.....PRESENTE... .....330 livros para você....



É só clicar no título para baiar o livro e ler....


A Divina Comédia
Dante Alighieri

A Comédia dos Erros
William Shakespeare

Poemas de Fernando Pessoa
Fernando Pessoa

Dom Casmurro
Machado de Assis

Cancioneiro
Fernando Pessoa

Romeu e Julieta
William Shakespeare

A Cartomante
Machado de Assis

Mensagem
Fernando Pessoa

A Carteira
Machado de Assis

A Megera Domada
William Shakespeare

A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca
William Shakespeare

Sonho de Uma Noite de Verão
William Shakespeare

O Eu profundo e os outros Eus.
Fernando Pessoa

Dom Casmurro
Machado de Assis

Do Livro do Desassossego
Fernando Pessoa

Poesias Inéditas
Fernando Pessoa

Tudo Bem Quando Termina Bem
William Shakespeare

A Carta
Pero Vaz de Caminha

A Igreja do Diabo
Machado de Assis

Macbeth
William Shakespeare

Este mundo da injustiça globalizada
José Saramago

A Tempestade
William Shakespeare

O pastor amoroso
Fernando Pessoa

A Cidade e as Serras
José Maria Eça de Queirós

Livro do Desassossego
Fernando Pessoa

A Carta de Pero Vaz de Caminha
Pero Vaz de Caminha

O Guardador de Rebanhos
Fernando Pessoa

O Mercador de Veneza
William Shakespeare

A Esfinge sem Segredo
Oscar Wilde

Trabalhos de Amor Perdidos
William Shakespeare

Memórias Póstumas de Brás Cubas
Machado de Assis

A Mão e a Luva
Machado de Assis

Arte Poética
Aristóteles

Conto de Inverno
William Shakespeare

Otelo, O Mouro de Veneza
William Shakespeare

Antônio e Cleópatra
William Shakespeare

Os Lusíadas
Luís Vaz de Camões

A Metamorfose
Franz Kafka

A Cartomante
Machado de Assis

Rei Lear
William Shakespeare

A Causa Secreta
Machado de Assis

Poemas Traduzidos
Fernando Pessoa

Muito Barulho Por Nada
William Shakespeare

Júlio César
William Shakespeare

Auto da Barca do Inferno
Gil Vicente

Poemas de Álvaro de Campos
Fernando Pessoa

Cancioneiro
Fernando Pessoa

Catálogo de Autores Brasileiros com a Obra em Domínio Público
Fundação Biblioteca Nacional

A Ela
Machado de Assis

O Banqueiro Anarquista
Fernando Pessoa

Dom Casmurro
Machado de Assis

A Dama das Camélias
Alexandre Dumas Filho

Poemas de Álvaro de Campos
Fernando Pessoa

Adão e Eva
Machado de Assis

A Moreninha
Joaquim Manuel de Macedo

A Chinela Turca
Machado de Assis

As Alegres Senhoras de Windsor
William Shakespeare

Poemas Selecionados
Florbela Espanca

As Vítimas-Algozes
Joaquim Manuel de Macedo

Iracema
José de Alencar

A Mão e a Luva
Machado de Assis

Ricardo III
William Shakespeare

O Alienista
Machado de Assis

Poemas Inconjuntos
Fernando Pessoa

A Volta ao Mundo em 80 Dias
Júlio Verne

A Carteira
Machado de Assis

Primeiro Fausto
Fernando Pessoa

Senhora
José de Alencar

A Escrava Isaura
Bernardo Guimarães

Memórias Póstumas de Brás Cubas
Machado de Assis

A Mensageira das Violetas
Florbela Espanca

Sonetos
Luís Vaz de Camões

Eu e Outras Poesias
Augusto dos Anjos

Fausto
Johann Wolfgang von Goethe

Iracema
José de Alencar

Poemas de Ricardo Reis
Fernando Pessoa

Os Maias
José Maria Eça de Queirós

O Guarani
José de Alencar

A Mulher de Preto
Machado de Assis

A Desobediência Civil
Henry David Thoreau

A Alma Encantadora das Ruas
João do Rio

A Pianista
Machado de Assis

Poemas em Inglês
Fernando Pessoa

A Igreja do Diabo
Machado de Assis

A Herança
Machado de Assis

A chave
Machado de Assis

Eu
Augusto dos Anjos

As Primaveras
Casimiro de Abreu

A Desejada das Gentes
Machado de Assis

Poemas de Ricardo Reis
Fernando Pessoa

Quincas Borba
Machado de Assis

A Segunda Vida
Machado de Assis

Os Sertões
Euclides da Cunha

Poemas de Álvaro de Campos
Fernando Pessoa

O Alienista
Machado de Assis

Don Quixote. Vol. 1
Miguel de Cervantes Saavedra

Medida Por Medida
William Shakespeare

Os Dois Cavalheiros de Verona
William Shakespeare

A Alma do Lázaro
José de Alencar

A Vida Eterna
Machado de Assis

A Causa Secreta
Machado de Assis

14 de Julho na Roça
Raul Pompéia

Divina Comedia
Dante Alighieri

O Crime do Padre Amaro
José Maria Eça de Queirós

Coriolano
William Shakespeare

Astúcias de Marido
Machado de Assis

Senhora
José de Alencar

Auto da Barca do Inferno
Gil Vicente

Noite na Taverna
Manuel Antônio Álvares de Azevedo

Memórias Póstumas de Brás Cubas
Machado de Assis

A 'Não-me-toques'!
Artur Azevedo

Os Maias
José Maria Eça de Queirós

Obras Seletas
Rui Barbosa

A Mão e a Luva
Machado de Assis

Amor de Perdição
Camilo Castelo Branco

Aurora sem Dia
Machado de Assis

Édipo-Rei
Sófocles

O Abolicionismo
Joaquim Nabuco

Pai Contra Mãe
Machado de Assis

O Cortiço
Aluísio de Azevedo

Tito Andrônico
William Shakespeare

Adão e Eva
Machado de Assis

Os Sertões
Euclides da Cunha

Esaú e Jacó
Machado de Assis

Don Quixote
Miguel de Cervantes

Camões
Joaquim Nabuco

Antes que Cases
Machado de Assis

A melhor das noivas
Machado de Assis

Livro de Mágoas
Florbela Espanca

O Cortiço
Aluísio de Azevedo

A Relíquia
José Maria Eça de Queirós

Helena
Machado de Assis

Contos
José Maria Eça de Queirós

A Sereníssima República
Machado de Assis

Iliada
Homero

Amor de Perdição
Camilo Castelo Branco

A Brasileira de Prazins
Camilo Castelo Branco

Os Lusíadas
Luís Vaz de Camões

Sonetos e Outros Poemas
Manuel Maria de Barbosa du Bocage

Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco.
Fernando Pessoa

Anedota Pecuniária
Machado de Assis

A Carne
Júlio Ribeiro

O Primo Basílio
José Maria Eça de Queirós

Don Quijote
Miguel de Cervantes


A Volta ao Mundo em Oitenta Dias
Júlio Verne

A Semana
Machado de Assis


A viúva Sobral
Machado de Assis

A Princesa de Babilônia
Voltaire

O Navio Negreiro
Antônio Frederico de Castro Alves

Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional
Fundação Biblioteca Nacional

Papéis Avulsos
Machado de Assis

Eterna Mágoa
Augusto dos Anjos

Cartas D'Amor
José Maria Eça de Queirós

O Crime do Padre Amaro
José Maria Eça de Queirós

Anedota do Cabriolet
Machado de Assis

Canção do Exílio
Antônio Gonçalves Dias

A Desejada das Gentes
Machado de Assis

A Dama das Camélias
Alexandre Dumas Filho

Don Quixote. Vol. 2
Miguel de Cervantes Saavedra

Almas Agradecidas
Machado de Assis

Cartas D'Amor - O Efêmero Feminino
José Maria Eça de Queirós

Contos Fluminenses
Machado de Assis

Odisséia
Homero

Quincas Borba
Machado de Assis

A Mulher de Preto
Machado de Assis

Balas de Estalo
Machado de Assis

A Senhora do Galvão
Machado de Assis

O Primo Basílio
José Maria Eça de Queirós

A Inglezinha Barcelos
Machado de Assis

Capítulos de História Colonial (1500-1800)
João Capistrano de Abreu

CHARNECA EM FLOR
Florbela Espanca

Cinco Minutos
José de Alencar

Memórias de um Sargento de Milícias
Manuel Antônio de Almeida

Lucíola
José de Alencar

A Parasita Azul
Machado de Assis

A Viuvinha
José de Alencar

Utopia
Thomas Morus

Missa do Galo
Machado de Assis

Espumas Flutuantes
Antônio Frederico de Castro Alves

História da Literatura Brasileira: Fatores da Literatura Brasileira
Sílvio Romero

Hamlet
William Shakespeare

A Ama-Seca
Artur Azevedo

O Espelho
Machado de Assis

Helena
Machado de Assis

As Academias de Sião
Machado de Assis

A Carne
Júlio Ribeiro

A Ilustre Casa de Ramires
José Maria Eça de Queirós

Como e Por Que Sou Romancista
José de Alencar

Antes da Missa
Machado de Assis

A Alma Encantadora das Ruas
João do Rio

A Carta
Pero Vaz de Caminha

LIVRO DE SÓROR SAUDADE
Florbela Espanca

A mulher Pálida
Machado de Assis

Americanas
Machado de Assis

Cândido
Voltaire

Viagens de Gulliver
Jonathan Swift

El Arte de la Guerra
Sun Tzu

Conto de Escola
Machado de Assis

Redondilhas
Luís Vaz de Camões

Iluminuras
Arthur Rimbaud

Schopenhauer
Thomas Mann

Carolina
Casimiro de Abreu

A esfinge sem segredo
Oscar Wilde

Carta de Pero Vaz de Caminha.
Pero Vaz de Caminha

Memorial de Aires
Machado de Assis

Triste Fim de Policarpo Quaresma
Afonso Henriques de Lima Barreto

A última receita
Machado de Assis

7 Canções
Salomão Rovedo

Antologia
Antero de Quental

O Alienista
Machado de Assis

Outras Poesias
Augusto dos Anjos

Alma Inquieta
Olavo Bilac

A Dança dos Ossos
Bernardo Guimarães

A Semana
Machado de Assis

Diário Íntimo
Afonso Henriques de Lima Barreto

A Casadinha de Fresco
Artur Azevedo

Esaú e Jacó
Machado de Assis

Canções e Elegias
Luís Vaz de Camões

História da Literatura Brasileira
José Veríssimo Dias de Matos

A mágoa do Infeliz Cosme
Machado de Assis

Seleção de Obras Poéticas
Gregório de Matos

Contos de Lima Barreto
Afonso Henriques de Lima Barreto

Farsa de Inês Pereira
Gil Vicente

A Condessa Vésper
Aluísio de Azevedo

Confissões de uma Viúva
Machado de Assis

As Bodas de Luís Duarte
Machado de Assis

O LIVRO D'ELE
Florbela Espanca

O Navio Negreiro
Antônio Frederico de Castro Alves

A Moreninha
Joaquim Manuel de Macedo

Lira dos Vinte Anos
Manuel Antônio Álvares de Azevedo

A Orgia dos Duendes
Bernardo Guimarães

Kamasutra
Mallanâga Vâtsyâyana

Triste Fim de Policarpo Quaresma
Afonso Henriques de Lima Barreto

A Bela Madame Vargas
João do Rio

Uma Estação no Inferno
Arthur Rimbaud

Cinco Mulheres
Machado de Assis

A Confissão de Lúcio
Mário de Sá-Carneiro

O Cortiço
Aluísio Azevedo

RELIQUIAE
Florbela Espanca

Minha formação
Joaquim Nabuco

A Conselho do Marido
Artur Azevedo

Auto da Alma
Gil Vicente

345
Artur Azevedo

O Dicionário
Machado de Assis

Contos Gauchescos
João Simões Lopes Neto

A idéia do Ezequiel Maia
Machado de Assis

AMOR COM AMOR SE PAGA
França Júnior

Cinco minutos
José de Alencar

Lucíola
José de Alencar

Aos Vinte Anos
Aluísio de Azevedo

A Poesia Interminável
João da Cruz e Sousa

A Alegria da Revolução
Ken Knab

O Ateneu
Raul Pompéia

O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos
Afonso Henriques de Lima Barreto

Ayres e Vergueiro
Machado de Assis

A Campanha Abolicionista
José Carlos do Patrocínio

Noite de Almirante
Machado de Assis

O Sertanejo
José de Alencar

A Conquista
Coelho Neto

Casa Velha
Machado de Assis

O Enfermeiro
Machado de Assis

O Livro de Cesário Verde
José Joaquim Cesário Verde

Casa de Pensão
Aluísio de Azevedo

A Luneta Mágica
Joaquim Manuel de Macedo

Poemas
Safo

A Viuvinha
José de Alencar

Coisas que Só Eu Sei
Camilo Castelo Branco

Contos para Velhos
Olavo Bilac

Ulysses
James Joyce

13 Oktobro 1582
Luiz Ferreira Portella Filho

Cícero
Plutarco

Espumas Flutuantes
Antônio Frederico de Castro Alves

Confissões de uma Viúva Moça
Machado de Assis

As Religiões no Rio
João do Rio

Várias Histórias
Machado de Assis

A Arrábida
Vania Ribas Ulbricht

Bons Dias
Machado de Assis

O Elixir da Longa Vida
Honoré de Balzac

A Capital Federal
Artur Azevedo

A Escrava Isaura
Bernardo Guimarães

As Forças Caudinas
Machado de Assis

Coração, Cabeça e Estômago
Camilo Castelo Branco

Balas de Estalo
Machado de Assis

AS VIAGENS
Olavo Bilac

Antigonas
Sofócles

A Dívida
Artur Azevedo

Sermão da Sexagésima
Pe. Antônio Vieira

Uns Braços
Machado de Assis

Ubirajara
José de Alencar

Poética
Aristóteles

Bom Crioulo
Adolfo Ferreira Caminha

A Cruz Mutilada
Vania Ribas Ulbricht

Antes da Rocha Tapéia
Machado de Assis

Poemas Irônicos, Venenosos e Sarcásticos
Manuel Antônio Álvares de Azevedo

Histórias da Meia-Noite
Machado de Assis

Via-Láctea
Olavo Bilac

O Mulato
Aluísio de Azevedo

O Primo Basílio
José Maria Eça de Queirós

Os Escravos
Antônio Frederico de Castro Alves

A Pata da Gazela
José de Alencar

BRÁS, BEXIGA E BARRA FUNDA
Alcântara Machado

Vozes d'África
Antônio Frederico de Castro Alves

Memórias de um Sargento de Milícias
Manuel Antônio de Almeida

O que é o Casamento?
José de Alencar

A Harpa do Crente
Vania Ribas Ulbricht

A Casa Fechada
Roberto Gomes Ribeiro

As Asas de um Anjo (Comédia)
José de Alencar

Béatrix
Honoré de Balzac

Diva
José de Alencar

A Melhor Amiga
Artur Azevedo

A Confissão de Lúcio
Mário de Sá-Carneiro

CONTOS AVULSOS
Alcântara Machado

Poemas Humorísticos e Irônicos
João da Cruz e Sousa

Cantiga de Esponsais
Machado de Assis

Quincas Borba
Machado de Assis

Brincar com fogo
Machado de Assis

Helena
Machado de Assis

Dentro da noite
João do Rio

O Livro da Lei
Aleister Crowley

Caramuru: poema épico do descobrimento da Bahia
José de Santa Rita Durão

Conto de Escola
Machado de Assis

Memórias de um Sargento de Milícias
Manuel Antônio de Almeida

Poemas Malditos
Manuel Antônio Álvares de Azevedo

Ao Entardecer (contos vários)
Visconde de Taunay

Felicidade pelo Casamento
Machado de Assis

Noite na Taverna
Manuel Antônio Álvares de Azevedo

Cartas Chilenas
Tomáz Antônio Gonzaga

O Mulato
Aluísio de Azevedo

Farsa do Velho da Horta
Gil Vicente

Amor com Amor se Paga
Joaquim José da França Júnior
....................................................

Papagaio atrevido!



Sempre que a vizinha do barbeiro passava em frente ao salão,

o papagaio do distinto sapecava sem dó, do alto do poleiro:

-BOM DIA, SUA PUTA!

Até que um dia ela se emputeceu e lascou o verbo pra cima do barbeiro...
Ele, puto com o esporro, deu um corretivo no papagaio, pintando-o de preto.

Dois dias depois a mulher passou pela porta e o papagaio não disse nada...
Ela, então, perguntou:

-E aí, caladinho agora hein!

O Papagaio respondeu:

-Quando estou de smoking não falo com putas.

A Gorila



Um dia, no Jardim Zoológico, observaram que a gorila entrou numa de ficar triste pelos cantos e não queria mais se alimentar, estava ficando fraca, doente até que chamaram um veterinário.
- O problema dela é depressão. Ela precisa ter relações sexuais - disse o doutor.
- Mas Dr., nós não temos um gorila macho e trazer um de outro zoológico para cá, na situação que estamos, é impossível!
Nisso, um funcionário que acompanhava a conversa disse:
- Eu acho que tenho a solução! Tenho um vizinho português, muito peludo, quem sabe a gente convence ele a transar com a gorila.
Assim, entraram em contato com o gajo que, de início recusou:
- De jeito nenhum! Isso é pecado! A Maria me abandona se souber!
- Mas, Seu Manoel… é por R$500,00!
- Vou pensar…
Dois dias depois o português foi ao zoológico.
- Está baim. Eu concordo, mas com três condições: A primeira é que não pode haver beijo.
- Sem dúvida, a gorila não beija, pode ficar sossegado.
- A segunda é que não pode haver foto! Se a Maria descobre…
- Tudo bem! Sem fotos! E qual a terceira?
- Os R$500,00!
- O que é que tem?
- Eu posso pagar em duas vezes?

Qual? As maiáda ou as marrom?



Num certo dia, um empresário viajava pelo interior de Minas.
Ao ver um peão tocando umas vacas, parou para lhe fazer algumas perguntas:
- Acha que você poderia me passar umas informações?
- Claro, sô!
- As vacas dão muito leite?
- Qual que o senhor quer saber: as maiáda ou as marrom?
- Pode ser as malhadas.
- Dá uns 12 litro por dia!
- E as marrons?
- Tamém uns 12 litro por dia!
O empresário pensou um pouco e logo tornou a perguntar:
- Elas comem o quê?
- Qual? As maiáda ou as marrom?
- Sei lá, pode ser as marrons!
- As marrom come pasto e sal.
- Hum! E as malhadas?
- Tamém come pasto e sal!
O empresário, sem conseguir esconder a irritação:
- Escuta aqui, meu amigo! Por quê toda vez que eu te pergunto alguma coisa sobre as vacas você me diz se quero saber das malhadas ou das marrons, sendo que é tudo a mesma resposta?
E o matuto responde:
- É que as maiáda são minha!
- E as marrons?
- Tamém…!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Curtura Geral

A Água de coco pode ser usada como um substituto para o

plasma sanguíneo.
************ ********* ********* *** ************ ***** **** ********* ********* ***
Nenhum pedaço de papel
pode ser dobrado ao meio

mais de 7 (sete) vezes. vá em frente ...
Eu vou esperar ...
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ********* *
Burros matam mais pessoas anualmente

do que acidentes de avião,
ataques de tubarão)
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ******
Você queima mais calorias dormindo

do que assistindo à televisão.
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ********
As árvores de carvalho não produzem sementes até aos 50 (cinqüenta) anos de idade ou mais velhos.
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ********* *
O primeiro produto
a ter um código de barras

foi Wrigley's goma.
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* *******
O Rei de Copas é o único rei

SEM bigode
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* *********
American Airlines economizou
US $ 40.000 em 1987
eliminando uma (1) de azeitona

de cada salada
servida na primeira classe.
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ********
Venus é o único planeta
que gira em sentido horário.

(Como Vênus está normalmente associado com as mulheres, o que isso quer dizer?)
(Que as mulheres estão indo
a "direção certa" .... ")

************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ***
Diga sim as Maçãs, e não a cafeína,

são mais eficientes
em te acordar pela manhã.
************ ********* ********* ****** ************ ** ******* ********* *****
A maioria das partículas de poeira
em sua casa são feitas de

peles mortas!
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ****** ****
O primeiro proprietário
da Companhia Marlboro
morreu de câncer de pulmão.

Então, fiz
o primeiro 'Marlboro Man'.
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* *********
Walt Disney tinha medo

Ratos!
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ********
PÉROLAS DISSOLVEM

Em vinagre!
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ***
As três marcas mais valiosas do mundo:
Marlboro, Coca Cola e Budweiser,
nessa ordem.
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ****
É possível levar uma vaca em cima ...

Mas, não lá embaixo.
(não entendi)

************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ******
Um quack de um pato
não faz eco,

e ninguém sabe porquê.
************ ********* ********* ********* ********* ** ******* ********* ******
Dentistas recomendam que
uma escova de dentes ser mantida,
pelo menos, 6 (seis) metros
de distância de um banheiro
para evitar partículas em suspensão resultantes da descarga.

(Eu levei a minha escova de dentes
para a sala agora!)
************ ********* ********* ********* ********* ** *
E o melhor para o passado ....

As tartarugas podem respirar
através do anus.


Lembre-se, conhecimento é tudo, repasse ...... e
vai mudar a sua escova vai!